Em 2018 mais uma vez o bar Eagle São Paulo está realizando a competição Mr. Leather Brasil. A nossa coluna na URSO MAGAZINE vai aproveitar a ocasião do evento em Sampa para contar pra você um pouco da origem desse tipo de concurso que nasceu há quase 40 anos atrás, além de trazer um pouco dos concorrentes deste ano.

Chicago, o começo

O primeiro concurso Mr. Leather aconteceu em  1979 nos EUA. Ele nasceu no Gold Coast, um bar leather fundado em 1958 pelo empresário e ativista gay Chuck Renslow (1929-2017), o Gold Coast foi o primeiro estabelecimento voltado para o público gay BDSM na cidade de Chigado. Chuck e o artista Dom Orejudos, seu companheiro de longa data, transforaram o lugar num ponto de encontro para motociclistas, fetichistas e para sexo e toda forma de liberdade do mundo kink. Dom criou uma decoração única que dava ao lugar aquele ambiente que mais tarde se tornaria padrão para os bares e clubes BDSM e fez desse bar o pioneiro na estética que hoje estamos acostumados a ver como na Eagle São Paulo, por exemplo. Ali nasceram vários movimentos e associações ligados ao universo BDSM e Leather, e o Gold Coast se tornou internacionalmente conhecido por ter sido o berço do concurso Mr Leather Internacional.

A equipe do Golden Coast em 1978

 

Em 1972 Chuck Renslow lançou o “Mr. Gold Coast”, um concurso entre os frequentadores do bar, mas que ficou tão famoso e concorrido que não cabia mais nas dependências do mesmo, e em 1979 o empresário decidiu alugar um espaço maior, renomeando o evento para “Mr. International Leather” (depois o nome seria alterado para a forma atual “International Mr. Leather”), convidando jurados de vários outros bares BDSM e clubes de leather dos Estados Unidos, além de receber concorrentes de muitos lugares diferentes, o que tornou o evento realmente internacional.

Os três primeiros colocados no primeiro concurso Mr. International Leather

De Chicago para o mundo!

Assim nasceu o primeiro grande concurso envolvendo a comunidade gay fetichista e a sua popularidade foi tão grande que cruzou fronteiras e oceanos. A comunidade fetichista de Sydney na Australia, já em 1979 seguiu o modelo do Internacional Mr. Leather e foi a primeira fora dos EUA a organizar um evento assim, e no ano seguinte o concurso já envolvia todo o país, o Mr. Leather Austrália. O primeiro Mr. Leather Europe foi em 1985 em Estocolmo na Suécia, e é considerado o mais importante concurso da comunidade fetichista do continente, todos os anos acontecendo em cidades diferentes.

Existem hoje inúmeros concursos relacionados ao mundo dos fetiches, todos inspirados pela iniciativa de Chuck Renslow nos anos 1970, como o Mr. Rubber International (1998), para os amantes de látex e borracha ou International LeatherSIR / Leatherboy (desde 1990, inicialmente com outro nome) para submissos e dominadores, e até mesmo o divertido International Mr. Bootblack que acontece junto com Mr. Leather International para avaliar quem sabe lustrar melhor um coturno ou bota. Ao longo dos anos, várias comunidades de cidades, estados, grupos e clubes de fetiches começaram a organizar seus concursos regionais em categorias diversas lançando os vencedores para participar dos concursos nacionais e internacionais; graças a isso, atualmente a comunidade gay fetichista é uma das mais diversas e abertas no universo LGBT.

Da esquerda para direita: Dom Orejudos (1933-1991), Patrick Brooks (vencedor do Mr. International Leather 1980) e Chuck Renslow (1929-2017)

Mr Leather made in Brazil

No Brasil, com a chegada da Eagle São Paulo, foi organizado o concurso pela primeira vez e este teve enorme sucesso e repercurssão no meio leather. A primeira edição aconteceu em março de 2017 e o ganhador foi o querido Dom Barbudo, que representou o Brasil no Mr. Leather Internacional ficando em 10º lugar entre os 63 participantes do mundo inteiro! Em 2018 o concurso vai acontecer no mesmo lugar, e a votação online começa no dia 03 de março. O evento será no fim de semana de 06 e 07 de abril. Se você estiver em São Paulo nesse período, não perca!

Vale a pena conferir o site da Eagle com os perfis de todos os participantes, e também essa coluna que nos próximos dias trará entrevistas com eles para que você conheça melhor cada um dos concorrentes e decida seu voto.

Boa sorte para todos, e que venham muitos outros anos de Mr. Leather Brasil.