Sobre séries

Podemos dizer que 2017 foi um dos melhores anos do para o gênero séries Geek. Teve a continuação das séries já conhecidas da galera, como o retorno dos Trilhos de Arrow, onde finalmente temos um Oliver Queen mais parecido com Oliver Queen dos quadrinhos, uma Supergirl muito mais imponente e poderosa do que um Clark Kent, também vemos as lendas lutando contra a Liga do Mal em Legends of Tomorrow, um excelente crossover reunindo todas as séries da CW, e um flash que poderia ter sido muito bom mas falhou em alguns aspectos. Também tivemos a continuação de Agents of Shield se consolidando como uma das melhores séries de heróis do momento, tivemos gratas surpresas este ano, como por exemplo: Runaways, The Gifted, Legião e o super grupo de heróis urbanos Os Defensores, podendo dizer que é a obra-prima do Netflix. Também tivemos Frank Castle destruindo tudo na sua própria série.

Mas 2017 também não foi perfeito: tivemos o Punho de Ferro mais burro possível, tivemos aquele outro erro intragável chamado Inumanos e tivemos também uma continuação rasa e fraca The Flash.

E fora do contexto super-heróis tivemos a grande estreia e surpresa Young Sheldon, sendo uma das melhores séries que eu honestamente já vi, teve também uma adaptação da Netflix digna e altura dos irmãos Boddelaire na série Desventuras em Série, todos se apaixonaram muito pela história de Hannah Baker em 13 Reasons Why,  Drew Barrimore zumbi e incrível em Santa Clarita’s Diet, e não podemos falar de 2017 sem falar do furor de Game of Thrones com a sua penúltima temporada e com a continuação de Stranger Things. Também em 2017 nos foi entregue uma das melhores temporadas de Lúcifer e de Mr Robot.

Destaques para as polemica que foram o “cancelamento” de Sense 8,  A primeira Doutor em Dr. Who só mostra como a comunidade Geek precisa evoluir em questões de inclusão e as vezes este povo esquece a mensagem de quadrinhos como Mulher Maravilha e X-Men,

E Sobre Animes?

2017 não foi um ano lá muito Espetacular quando a gente para pra pensar sobre Animes. Grandes eventos do ano teriam sido basicamente a continuação de Attack on Titans, que foi simplesmente perfeita, uma nova saga de ao no Exorcist, animação your name com a maior bilheteria da história, Boruto destruindo todo o legado de Naruto, A continuação brilhante de Boku no Hero Academia, Fillers e Fillers de Nanatsu no Tanzai, e o desenrolar de Dragon Ball Super, que está no seu melhor momento durante o torneio do Poder.